O Jarro

vaso

Certo sábio pegou um jarro grande e colocou uma pedra grande dentro dele. Ele, então, perguntou aos seus discípulos: “Cabe mais alguma coisa dentro do jarro?” Eles olharam o jarro e responderam que não.

O sábio pegou algumas pedrinhas e as colocou dentro do vaso nos espaços vazios que restaram, e perguntou novamente aos seus discípulos: “E agora, cabe mais alguma coisa?” Eles responderam novamente que não.

O sábio, então, pegou um pouco de areia e jogou dentro do vaso, e a areia ocupou todos os pequeninos espaços livre. Mais uma vez, aquele sábio, olhando para seus discípulos, perguntou: “Cabe mais alguma coisa agora” Eles responderam: enfáticos: “Agora não cabe mais nada!”

O Sábio, então, pegou um pouco de água o encheu, até transbordar. Mais uma vez o sábio perguntou àqueles jovens discípulos, “E agora?” Eles responderam, “Definitivamente, não cabe mais nada!”

O sábio parou e lhes perguntou: “O que vocês aprenderam com isso?” E eles responderam: “Que sempre cabe mais alguma coisa onde aparentemente não caberia mais nada”. Aquele sábio ficou calado por alguns instantes e disse: “Realmente vocês estão certos. Mas vocês deixaram passar algo mais importante do que isso”. Os discípulos, muito curiosos, perguntaram rapidamente: “O que nós não vimos, sábio?” E ele respondeu: “A pedra só caberia se fosse colocada em primeiro lugar”.

Existem coisas que são alicerces em nossas vidas, e por isso devem ser colocadas em primeiro lugar, sob pena de não ser mais possível colocá-las depois.

O amor deve ser a base, e deve ser colocado em primeiro lugar.

Texto Bíblico:

Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei.
Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá.
O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará.
Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos;
quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.
Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.
Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.

1 Coríntios 13:1-13

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: